FILTRE SUAS NOTÍCIAS POR DEPARTAMENTO

Santander oferece R$ 114 milhões em crédito pré-aprovado no Show Rural Coopavel 2017

voltar
santander-oferece-r114-milhoes-em-credito-pre-aprovado-no-show-rural-coopavel2017
Foto: Internet
O Santander vai oferecer R$ 114 milhões em crédito pré-aprovado – sem necessidade de que o cliente apresente todos os documentos – no Show Rural Coopavel. A primeira feira de tecnologia agrícola de 2017 ocorrerá no município de Cascavel (PR) entre 06 e 10 de fevereiro.
Nos dias de evento, todo bem protocolado como garantia estará isento da taxa flat (percentual que incide sobre o valor total da compra). O prazo de financiamento é de 5 a 10 anos, com 20% de entrada e o próprio bem em garantia.
“Temos uma visão otimista para o agronegócio em 2017. O setor não deixou de crescer durante a crise e tende a manter o desempenho superior ao das outras atividades”, diz Carlos Aguiar, superintendente executivo de Agronegócios do Santander. O executivo acredita que, especificamente para as culturas de soja e milho, a produção será recorde, com preços firmes, o que garantirá boa margem ao produtor. Projeções do Departamento Econômico do Banco apontam elevação de 0,7% para a economia do País neste ano, enquanto o PIB do Agronegócio deve ter aumento de 2%.
Neste ano, o Santander também trabalha com linha de pré-custeio da Safra 2017/18. O objetivo do Banco é antecipar o valor para a compra de insumos para a produção do período e oferecer uma boa oportunidade do produtor rural negociar melhores preços e assegurar os insumos necessários do ciclo agrícola. As linhas de pré-custeio podem ser acessadas através de recursos subsidiados ou a taxas livres.  
Ainda no primeiro trimestre, o Santander prevê a abertura de escritórios comerciais voltados ao agronegócio. Além do de Cristalina (GO), que foi aberto ao público no final de janeiro, estão previstas inaugurações nas cidades de Posse (GO), Naviraí (MS), Balsas (MA), Paragominas (PA), Canarana (MT), Primavera do Leste (MT), Campo Novo do Parecis (MT). Essas unidades se somam às 300 agências vocacionadas ao setor distribuídas por todo o País.
A instituição financeira também aumentará sua presença em feiras do setor. Serão 11 eventos nos quais o Banco oferecerá suas linhas de crédito e produtos diferenciados ao produtor rural. “Nossa presença começa na Show Rural Coopavel, que é a primeira feira de tecnologia agrícola do ano e tem uma abrangência relevante de visitantes, mais de 200 mil pessoas”, ressalta Aguiar.
Em 2016, o total da carteira de crédito ao setor do Santander somou quase R$ 40 bilhões, sendo R$ 9 bilhões de linhas de repasse e o restante de recursos livres. Também no ano passado, o Banco contratou mais de 40 agrônomos para atuar nas fronteiras agrícolas. 
O Santander vai oferecer R$ 114 milhões em crédito pré-aprovado – sem necessidade de que o cliente apresente todos os documentos – no Show Rural Coopavel. A primeira feira de tecnologia agrícola de 2017 ocorrerá no município de Cascavel (PR) entre 06 e 10 de fevereiro.
Nos dias de evento, todo bem protocolado como garantia estará isento da taxa flat (percentual que incide sobre o valor total da compra). O prazo de financiamento é de 5 a 10 anos, com 20% de entrada e o próprio bem em garantia.
“Temos uma visão otimista para o agronegócio em 2017. O setor não deixou de crescer durante a crise e tende a manter o desempenho superior ao das outras atividades”, diz Carlos Aguiar, superintendente executivo de Agronegócios do Santander. O executivo acredita que, especificamente para as culturas de soja e milho, a produção será recorde, com preços firmes, o que garantirá boa margem ao produtor. Projeções do Departamento Econômico do Banco apontam elevação de 0,7% para a economia do País neste ano, enquanto o PIB do Agronegócio deve ter aumento de 2%.
Neste ano, o Santander também trabalha com linha de pré-custeio da Safra 2017/18. O objetivo do Banco é antecipar o valor para a compra de insumos para a produção do período e oferecer uma boa oportunidade do produtor rural negociar melhores preços e assegurar os insumos necessários do ciclo agrícola. As linhas de pré-custeio podem ser acessadas através de recursos subsidiados ou a taxas livres.  
Ainda no primeiro trimestre, o Santander prevê a abertura de escritórios comerciais voltados ao agronegócio. Além do de Cristalina (GO), que foi aberto ao público no final de janeiro, estão previstas inaugurações nas cidades de Posse (GO), Naviraí (MS), Balsas (MA), Paragominas (PA), Canarana (MT), Primavera do Leste (MT), Campo Novo do Parecis (MT). Essas unidades se somam às 300 agências vocacionadas ao setor distribuídas por todo o País.
A instituição financeira também aumentará sua presença em feiras do setor. Serão 11 eventos nos quais o Banco oferecerá suas linhas de crédito e produtos diferenciados ao produtor rural. “Nossa presença começa na Show Rural Coopavel, que é a primeira feira de tecnologia agrícola do ano e tem uma abrangência relevante de visitantes, mais de 200 mil pessoas”, ressalta Aguiar.
Em 2016, o total da carteira de crédito ao setor do Santander somou quase R$ 40 bilhões, sendo R$ 9 bilhões de linhas de repasse e o restante de recursos livres. Também no ano passado, o Banco contratou mais de 40 agrônomos para atuar nas fronteiras agrícolas. 


Fonte: Imprensa Santander

  • Imprima
    essa Notícia
  • Faça um
    Comentário
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Newsletter

Receba as novidades no seu e-mail.